CORTE CONSTRUTIVO – abstração geométrica brasileira – anos 50/60/70

23/08/2011 a 29/10/2011

CORTE CONSTRUTIVO

O advento da Bienal de São Paulo, nos anos 1950, foi decisivo para o surgimento do espírito construtivo brasileiro. Vários desdobramentos da contemporaneidade foram formulados nessa década, revolucionária para o desenvolvimento da visualidade do nosso tempo.

Artistas como Antonio Maluf, Aluísio Carvão, Fernando Lemos, Ivan Serpa, Judith Lauand, Luiz Sacilotto, Lothar Charoux, Raymundo Colares e Willys de Castro, representados nesta exposição, influenciaram gerações da nossa arte Comtemporânea, em aspectos formais e filosóficos, tornando este período da arte brasileira o mais reconhecido internacionalmente.